Assim como a média, a moda e a mediana servem para medir a tendência central de um conjunto de dados. Elas têm a função de resumir, em apenas uma informação, todas as características dos dados apresentados. O mais difícil, porém, é saber em qual situação usar a média, a moda ou a mediana.

Por exemplo:

Em um grupo de pessoas de diferentes alturas, é possível calcular uma que caracterize o grupo todo ou, ainda, tendo as notas de um aluno durante um semestre na faculdade, podemos calcular uma nota que resuma a sua situação no semestre.

O que é moda?

Trata-se da medida de tendência central, ou seja, o valor observado com mais frequência entre todos os dados.

Em alguns jogos de futebol, um time fez a seguinte quantidade de gols:  3, 2, 0, 3, 0, 4, 3, 2, 1, 3, 1. Sendo assim, concluímos que a moda desse conjunto é de 3 gols.

Uma linha de ônibus marca, em 15 oportunidades, os tempos de viagens em minutos, totalizando 52, 50, 55, 53, 61, 52, 52, 59, 55, 54, 53, 52, 50, 51, 60. Podemos concluir, então, que a moda desse conjunto é de 52 minutos.

As alturas de algumas pessoas são 1,82 m; 1,75 m; 1,65 m; 1,58 m; 1,70 m. Não há moda aqui, pois nenhum valor se repete.

O que é mediana?

Trata-se de uma medida de tendência central que mostra o valor do meio em uma amostra de informações.

Vamos aos exemplos:

As notas de um estudante em um semestre de aula foram: 4,0; 4,0; 5,0; 7,0; 7,0. A mediana é o valor que está no centro da amostra, ou seja, 5,0. Assim, conclui-se que 40% das notas estão acima de 5,0 e 40% estão abaixo de 5,0.

Se os dados não tiverem valor central, precisamos tirar a mediana extraindo a média dos dois valores centrais. Por exemplo:

O número de hotéis três estrelas espalhados por uma cidade é: 1, 2, 3, 3, 5, 7, 8, 10, 10, 10.

Mediana = 5+7/2 = 12/2 = 6

Concluímos que há 50% das cidades com mais de seis hotéis três estrelas e 50% das cidades com menos de seis hotéis três estrelas.

No cálculo da mediana devemos:

- Colocar os valores da amostra em ordem crescente ou decrescente;

- Se a quantidade de valores da amostra for ímpar, a mediana é o valor central;

- Se for par, tira-se a média dos valores centrais para calcular a mediana. Assim como a média, a moda e a mediana servem para medir a tendência central de um conjunto de dados. Elas têm a função de resumir, em apenas uma informação, todas as características dos dados apresentados. O mais difícil, porém, é saber em qual situação usar a média, a moda ou a mediana.

Por exemplo:

Em um grupo de pessoas de diferentes alturas, é possível calcular uma que caracterize o grupo todo ou, ainda, tendo as notas de um aluno durante um semestre na faculdade, podemos calcular uma nota que resuma a sua situação no semestre.

O que é moda?

Trata-se da medida de tendência central, ou seja, o valor observado com mais frequência entre todos os dados.

Em alguns jogos de futebol, um time fez a seguinte quantidade de gols:  3, 2, 0, 3, 0, 4, 3, 2, 1, 3, 1. Sendo assim, concluímos que a moda desse conjunto é de 3 gols.

Uma linha de ônibus marca, em 15 oportunidades, os tempos de viagens em minutos, totalizando 52, 50, 55, 53, 61, 52, 52, 59, 55, 54, 53, 52, 50, 51, 60. Podemos concluir, então, que a moda desse conjunto é de 52 minutos.

As alturas de algumas pessoas são 1,82 m; 1,75 m; 1,65 m; 1,58 m; 1,70 m. Não há moda aqui, pois nenhum valor se repete.

O que é mediana?

Trata-se de uma medida de tendência central que mostra o valor do meio em uma amostra de informações.

Vamos aos exemplos:

As notas de um estudante em um semestre de aula foram: 4,0; 4,0; 5,0; 7,0; 7,0. A mediana é o valor que está no centro da amostra, ou seja, 5,0. Assim, conclui-se que 40% das notas estão acima de 5,0 e 40% estão abaixo de 5,0.

Se os dados não tiverem valor central, precisamos tirar a mediana extraindo a média dos dois valores centrais. Por exemplo:

O número de hotéis três estrelas espalhados por uma cidade é: 1, 2, 3, 3, 5, 7, 8, 10, 10, 10.

Mediana = 5+7/2 = 12/2 = 6

Concluímos que há 50% das cidades com mais de seis hotéis três estrelas e 50% das cidades com menos de seis hotéis três estrelas.

No cálculo da mediana devemos:

- Colocar os valores da amostra em ordem crescente ou decrescente;

- Se a quantidade de valores da amostra for ímpar, a mediana é o valor central;

- Se for par, tira-se a média dos valores centrais para calcular a mediana.